Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Bruxinha...

A Bruxinha...

Já era para vos ter vindo contar as "últimas", mas com os filhotes de férias (sim o/a deve pensar que está numa colónia de férias) e uma loja para gerir, não é fácil.

E perguntam-me vocês, então bruxinha??? Tudo bem???

O bebé porta-se bem???

Claro que sim! Uma maravilha!

Então vejamos, estou sentada, está aos pontapés.

Estou a expreguiçar, pimba um pontapé.

Estou deitava, bora lá dar uns pontapés a ver se a mamy adormece depressa.

Subo escadas, fico a morrer!

Fui ontem de manhã, pelas 8h, fazer umas compritas ao Pingo doce (é das poucas opções que cá temos, mas que aprecio bastante), e estavam lá as lindas e gostosas uvas, em promoção, um achado mesmo, mas resolvi que não ia comprar as malvadas!

Nisto na caixa, começo começo a pôr as compras no tapete e a ficar meia zonza, ok, nada demais...

Entretanto vou para pôr as compras nos sacos e começa a piorar os sintomas, deixo de ouvir bem, ver em branco, a suar e alto que não estou bem!

Só tive tempo de pedir uma cadeira.

E diz a rapariga da caixa:

- Estás bem??? Estás muito branca! Pega senta-te nesta cadeira.

E lá estive eu, enquanto ela passava as minhas compras, e TODO mundo olhava para mim!

QUE VERGONHAAAAAAAAAAA!!!!!

Decidi que a partir de "hoje" (ontem) nunca mais iria às compras sozinha, não vá dar-me outra vez o fanico!

Mas acho que foi a criança a vingar-se!

"Ai é???? Não me trazes as uvas???? Espera, que eu já trato de ti!"

E assim passei ontem o dia todo, com dores de cabeça/ mau estar constante.

Por isso, como podem constatar, tem sido uma "animação" e a criança está cheia de genica ;) .

O meu bruxinho anda numa maré muito azarenta. Sábado à tarde à tarde, escorregou na cadeira e Pumba bateu com o cu no chão, e eu ali na cozinha e nem dei conta. -Ajuda-me! Diz ele. - Ah, caíste??? Caíste??? Digo eu, em vez de ir tirar lhe o peso da cadeira no lombo. - Ajuda-me! Continua ele. -Mas caíste??? Insistia eu! (Cromaaaa) Contudo o pior ainda estava para vir, à noite, foi para as abelhas saiu de lá pior que um cristo, saiu de lá todo picado, era pernas, pescoço, cara... A sorte dele é não fazer alergia. Mas em tom de brincadeira disse-lhe: - O que te vale é que amanhã vem aqui o compasso, pede-lhes para te despejar a água benta em cima. Nisto, domingo, cá em casa, quando chega a parte deles "atirar" a água benta, o bruxinho leva mesmo com um bocado, assim Pumba, num olho! - Foda-se acertou-me mesmo num olho! Diz ele. - Ao menos já ficas benzido. Digo eu em tom de brincadeira. Mas que nada! À noite estava ele e o mini a jogar à bola, aqui em casa no corredor, nisto ouço pummmmm, "ò mãe" , "porra lá para isto já me aleijei", mas lá continuei eu instalada no sofá. Nisto diz o homem " obrigadinha por me vires ajudar " e lá fui eu ver que raio se tinha passado, sabendo que pelo estrondo já me tinha partido o jarrão! (Eu sei , fiz de preposição, estava-me a estorvar e já estava a demorar muito a ser partido). Chego ao corredor e diz o mini muito despachado : "não fui eu. Foi o pai!", olho pó chão tinha o homem a gemer, que tinha batido com a canela, nem sei bem onde, não percebi nada e lá fui eu buscar a vassoura para apanhar os cacos... Espero que esta maré de azar lhe passe rápido, não aguento mais tanto rir às custas dele. ;)

Hoje disse ao marido que me sinto "sozinha" o homem foi trabalhar, o filho para a casa dos seus avós e eu??? Sozinhinha em casa! Ou não! Porque nisto tenho um baby dentro a lembrar que afinal e tal não estou sou sozinha e pimba uns pontapés! "Toma lá mamy, para aprenderes!" Mas antes disso tudo enfardei montes de açúcar/colesterol/calorias, por me estar a sentir "sozinha", sozinha, pois...(

Pág. 1/14